S. A. Feldman, As obras de Isidoro de Sevilha e a questão judaica

Envoyer Imprimer

feldman.jpg

Sergio Alberto Feldman, As obras de Isidoro de Sevilha e a questão judaica: perspectivas da unidade político-religiosa no reino hispano visigodo de Toledo, Curitiba, 2017.

Éditeur : Editora Prismas
306 pages
ISBN : 978-85-5507-826-2
R$ 58,00


Isidoro de Sevilha, bispo de Sevilha (570-633) foi indicado pelos internautas católicos como candidato a patrono da Internet.
Quais seriam as razões? Sua obra é a resposta. Esta visa ensinar e propagar a verdade cristã, numa era de pessoas iletradas. Seus ensinamentos seriam o pilar da expansão do cristianismo e a maneira de propiciar a segunda vinda de Jesus Cristo e a consecução do juízo final e da redenção do gênero humano sob a égide da cristandade.
Quais seriam os obstáculos à redenção? A ignorância levava a crendices, desviando os fiéis da verdade cristã, dos dogmas da fé e dos rituais. Todo desvio se configurava como tentação das forças do mal, encarnadas pelo diabo e seus aliados, os hereges ou falsos cristãos, os infiéis tal como os pagãos e em particular os judeus.

Estes haviam sido iluminados pela revelação cristã, mas não entenderam os desígnios divinos. Eram cegos e surdos espiritualmente, cruéis na sua relação com o Filho de Deus, que martirizaram e negaram. Os padres da igreja que definiram os dogmas e a liturgia da fé cristã escolheram os judeus, como alvo preferencial de repúdio e crítica. Por quê?
O judaísmo se considerava herdeiro da revelação e da eleição e, portanto competia com o cristianismo pelo mesmo legado. Quem seria o povo eleito? Quem seria o instrumento de Deus no processo histórico da redenção? Os judeus? Ou a cristandade? Isidoro objetivava educar através de suas obras, com a ajuda do clero letrado, as massas incultas. Instrumentalizar o poder político investido na monarquia no combate das heresias, dos pagãos e especialmente dos infiéis judeus.
Este livro pretende entender através da obra isidoriana, as origens e a evolução do antijudaísmo que através dos séculos resiste, se transforma em antissemitismo e chega à contemporaneidade.

 

 

Source : Editora Prismas

 

Inscription à la lettre d'informations



Recevoir du HTML ?

Identification